sábado, 27 de fevereiro de 2016

[Pegadas & Opiniões] 'No teu Olhar' de Nicholas Sparks

Autoria: Nicholas Sparks
Editora: Edições ASA
Edição: Novembro de 2015
N.º Páginas: 520
Tradução: Isabel Veríssimo

Sinopse: Colin Hancock é jovem mas já viveu mais violência e abandono do que a maioria das pessoas. Foi perante o abismo que tomou a corajosa decisão de começar de novo. Agora, o emprego num restaurante da moda pode não o satisfazer, mas o sonho de se tornar professor parece cada vez mais perto de se concretizar. Dar às crianças o carinho e a atenção que ele próprio não teve é o seu grande e único objetivo… mesmo que o preço a pagar seja a solidão.
Maria Sanchez também deseja, acima de tudo, uma vida calma. Filha de imigrantes mexicanos, aprendeu desde cedo o valor do trabalho árduo, da ética e da lealdade. Para ela, bastam-lhe o emprego num prestigiado escritório de advogados e uma noite tranquila em casa para repôr as energias. Nem a insistência da sua irmã surte efeito. Com uma profissão tão arriscada, Maria aprecia a segurança que o isolamento lhe dá.
Colin e Maria não foram feitos um para o outro. Ele representa tudo aquilo que ela despreza, é o típico meliante que ela está habituada a ver atrás das grades. E quando se cruzam numa noite de tempestade, o fosso que os separa é profundo e evidente. Mas, a partir desse momento fortuito, as suas vidas não voltarão a ser as mesmas.
Conseguirão eles ver para além das aparências? Ler nos olhos do outro o que de mais profundo lhe vai na alma? Ceder à persistente memória daquela noite?

Opinião: Em primeiro lugar venho, desde já, confirmar que sou super fã deste autor e que já li quase todos os seus livros! Dou-me já como 'culpada'! 
Posso dizer que, na escrita de Nicholas Sparks, o que mais me fascina não são apenas as histórias de amor criadas por si, mas sim a capacidade de criar essas mesmas histórias de amor com todo um enredo real, e em alguns casos, carregado de suspense que nos prende desde o prólogo até ao epílogo. 
Este romance 'No teu Olhar' não foi excepção! Maria e Colin vivem um romance improvável que, desde o seu início, nos deixa derretidos com o carinho, a cumplicidade e a protecção que vão sentindo um pelo outro. Cheguei ao fim de alguns capítulos e só pensava 'que amorosos!', porque realmente é quase palpável pelo leitor o afecto que Maria e Colin nutrem. Este livro não nos traz um amor arrebatador, de levar ás lágrimas, mas sim um romance mais realista, mais confortável (eu gostei!)
Se Maria agora tem a vida amorosa que sempre desejou, começam a desencadear-se uma série de acontecimentos misteriosos (como bilhetes ameaçadores), que vêm pôr em causa a sua segurança e a segurança dos seus entes queridos mais próximos. E aqui começa o verdadeiro drama (que não vou desenvolver mas fiquei muito contente com o seu fim porque não aconteceram mortes trágicas, ufa! Com Nicholas Sparks nunca se sabe o que esperar...).
Gostei imenso da história de vida de Colin, onde este personagem fascinante tem uma história dura que o conseguiu transformar num ser humano sincero, transparente e bonito. Gostei muito, também, da amizade entre ele e Lily e Evan, aquela amizade que é mesmo para tudo, para o bom mas essencialmente para o menos bom. A personagem da irmã de Maria, Serena, também me cativou imenso porque Serena é jovem, extrovertida e completamente 'desbocada' e tentou sempre aconselhar Maria, que em muitas das alturas parecia apenas ser alguém que nunca tinha realmente vivido a vida, um pouco 'pãozinho sem sal', até Colin chegar à sua vida.
Sem dúvida que gostaria de ter visto mais explorado a relação de Colin com a sua família, acho que teria enriquecido ainda mais toda a trama.
Contudo, esta é uma leitura fácil e até surpreendente com todo o mistério envolto em Maria, onde damos por nós a ler dezenas de páginas com alguma sofreguidão para finalmente sabermos quem está por detrás de todas as ameaças e malvadezas. 
Adorei e recomendo!

Classificação:



domingo, 21 de fevereiro de 2016

[Pegadas & Divulgações] Novidades de Março - Castor de Papel

Livro do Oráculo do Sagrado Feminino
Autora: Vera Faria Leal
Data de edição: Março de 2016
Páginas: 136
EditorCastor de Papel

Sobre a obra: Vera Faria Leal criou este oráculo baseada em mais de quinze anos de trabalho nos seus cursos FEMINITUDE CONSCIENTE, MASCULINIDADE CONSCIENTE E SAGRADO FEMININO©. Inspirada pelo seu treino como sacerdotisa da Deusa na tradição celta de Avalon(R.U.).Integra nestas práticas, psicologia arquetípica, psicanálise dos contos de fadas, mitos, poesia, técnicas variadas, lunações e a simbologia do Sagrado Feminino. São estes saberes que compõem os nove naipes deste oráculo, integrados numa só obra pela primeira vez. O Sagrado Feminino é um caminho iniciático onde as integrações sucessivas – do inconsciente com a consciência, do feminino com o masculino, da alma com o espírito - são feitas no corpo que também se individualiza, no coração onde a chave maior – o amor – só abre a partir de dentro. Este oráculo de 56 belíssimas cartas é para mulheres e homens, estes últimos podem ler as cartas femininas como expressões da energia arquetípica na sua psique, da sua energia yin, da dimensão feminina da sua alma. As belas e sugestivas imagens das cartas são completadas no livro-manual com ensinamentos, revelações, inspirações e mensagens que as expandem e aprofundam!

Sobre a autora: 

Vera Faria Leal é especialista em Desenvolvimento Transpessoal desde 1999, pioneira em Portugal em Louise Hay, Sagrado Feminino, SoulCollage® e BODYSOULWORK®. 
Certificadora mundial de Facilitadores e Coaches do Método Louise Hay para a língua portuguesa. Criou os Cursos Wisdom Coaching Integral e BODYSOULWORK®: Masculino e Feminino Conscientes. Sister of Avalon e sacerdotisa do Sagrado Feminino. 
O seu trabalho integra o estudo de arquétipos, mitos, psicanálise dos contos de fadas, sonhos, voz, movimento, rituais e espiritualidade da Deusa.


------------------------------------------------------------------------------

Eu Amo-te e ás vezes a outras pessoas
Autores: Lodro Rinzler e Meggan Watterson
Data de edição: Março de 2016
Páginas: 200
EditorCastor de Papel

“Meggan Watterson e Lodro Rinzler oferecem o maior dos tesouros: um
caminho para aprender a amarmo-nos incondicionalmente.”
Gabrielle Bernstein

Sobre a obra: Narrado do ponto de vista dos autores Meggan Watterson e Lodro Rinzler, Eu amo-me lembra-nos de que o amor não é algo que tenhamos de conquistar.
Todos nós somos profunda e intrinsecamente merecedores de amor – não apenas do amor que esperamos receber dos outros, mas também do amor que damos a nós próprios – e este livro oferece as dicas e as ferramentas práticas de que precisamos para nos ancorarmos no amor-próprio durante os ciclos naturais (e muita vezes conturbados) das relações.
Este livro identifica também meditações e práticas para alcançarmos a calma duradoura, a “esperança disciplinada”, e para nos ligarmos à fonte de amor que temos dentro de cada um de nós; oferece dicas sobre todas as áreas do sexo ao amor-próprio, do desenvolvimento das amizades à superação do fim de relações, permitindo-nos aprender a amarmo-nos de facto. No final da viagem, serão capazes de ver o
vosso parceiro ideal através de novos olhos – não como alguém que vos “completa”, mas como alguém que espelha a vossa plenitude.


Sobre os autores: 
Lodro Rinzler
Lodro Rinzler é professor de Budismo Shambhala e autor de cinco livros sobre meditação, incluindo o bestseller The Buddha Walks into a Bar e o premiado Walk Like a Buddha. Organiza workshops em centros de meditação, em empresas e em universidades por toda a América do Norte. Rinzler fundou o Instituto para a Liderança com Compaixão, um centro de formação em liderança.


Meggan Watterson

Meggan Watterson é autora, conferencista internacional e académica de Harvard sobre o divino feminino, inspirando- nos a que vivamos a audácia e a autenticidade da voz da nossa alma. O seu livro Reveal, foi descrito como uma «oração acesa» por Eve Ensler, como sendo «capaz de mudar vidas» por Christiane Northrup e como «uma bênção para o mundo» por Gabrielle Bernstein. Meggan tem um mestrado em Estudos Teológicos da Escola da Divindade de Harvard e um mestrado da Divindade do Seminário da União Teológica da Universidade de Columbia.

[Pegadas & Passatempos] Resultado 'Insónia' com a 4 Estações Editora

Foram 90 as participações válidas!
Quem irá receber este livro, que gostei imenso de ler, é:

80. Nuno Meireles

Parabéns Nuno! 
Muito em breve receberás o exemplar do livro 'Insónia'.

Os restantes não desistam, pois o Pegadas está sempre com novos passatempos, via blogue ou via Facebook!

Um Obrigado à 4 Estações Editora, Castor de Papel, que teve um toque especial neste passatempo.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

[Pegadas & Opiniões] 'Insónia' de J.R.Johansson

Autoria: J.R.Johansson
Editora: 4 Estações Editora- Castor de Papel
Edição: Setembro de 2015
N.º Páginas: 238
Tradução: Ana Rita Mendes

Sinopse: Parker Chipp tem dezasseis anos e não dorme há quatro. Ele está a chegar ao limite das suas forças. Todas as noites, em vez de ter um sono descansado, ele entra nos sonhos da última pessoa com quem os seus olhos se cruzaram. A continuar assim, em breve morrerá.Até que conhece Mia. Os sonhos dela são belos e tranquilos, permitindo-lhe um repouso maravilhoso,.. e extremamente viciante. Mas aquilo que começou por ser um encontro fortuito torna-se uma verdadeira obsessão- o enorme desejo de Parker para ter aquilo de que precisa vai levá-lo a exceder todos os limites que nunca imaginou ultrapassar. E quando alguém começa a aterrorizar Mia com perversas ameaças de morte, os lapsos de memória de que Parker sofre fazem-no duvidar da sua própria inocência no assunto.

Opinião: Em primeiro lugar, devo dizer que achei a capa do livro extraordinária e penso que tem o impacto ideal na leitura do livro. 
Esta é a história de Parker, um rapaz de dezasseis anos que se vê privado do sono. Devo confessar que, por curiosidade, fiz uma pesquisa um pouco mais profunda acerca desta temática, pois sinto que a autora podia ter desenvolvido um pouco mais esta parte da privação do sono e suas consequências.
Mas agora imaginem... Se ás vezes nos acontece ter uma fraca qualidade de sono e andamos rabugentos quase todo o dia, pensem no que seria não conseguirmos dormir! (o corpo dorme mas o cérebro não)
À medida que Parker vai conhecendo Mia, ele começa a idealizar nela a sua ponte de salvação para a sua 'maldição'. Mas tudo se começa a complicar, principalmente os efeitos da privação de sono, e Parker sente-se desesperado e acaba mesmo por perseguir Mia durante o fim do dia, deixando-a completamente aterrorizada. Juntando esta perseguição, Mia começa a receber emails ameaçadores e aponta Parker como principal suspeito.
Com a ajuda dos seus grandes amigos Finn e Addie, o protagonista vai tentando manter a sua sanidade, até que acontece algo durante um sonho, que ultrapassou todos os limites e Parker sente-se culpado e deixa o seu pior vir ao de cima. Parker começa a ter dificuldade em perceber o que é totalmente a realidade e o que não é, e o mesmo acontece a quem está a ler: será o Parker realmente inocente ou a privação do sono provocou-lhe uma psicose e este perdeu as estribeiras? Esta questão é respondida no final do livro, e há alguns ingredientes surpresas pela qual eu não esperava!
Durante a leitura, a amizade, a entre-ajuda e o companheirismo são as palavras que reinam na amizade de Parker com Finn e Addie. Esta amizade é pautada por momentos muito fortes mas também por momentos de diversão e tranquilidade que adorei ler. 
'Insónia' é aquele livro que nos traz um turbilhão de emoções, onde entramos tão facilmente na história que começamos a pôr-mo-nos na pele do protagonista e a pensar no que fazer a seguir. Uma leitura que certamente recomendo!
Um Obrigada muito especial à Editora, que me permitiu esta apreciação!
Classificação:

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

[Pegadas & Opiniões] 'Pão, mel e amor' de Jenny Colgan

Autoria: Jenny Colgan
Editora: Quinta Essência
Edição: Outubro de 2015
N.º Páginas: 398
Tradução: Marta Pinho

Sinopse: Polly Waterford está a recuperar de um relacionamento tóxico. Incapaz de pagar a prestação do apartamento, tem de se mudar para longe de toda a gente que conhece, e vai parar a uma pequena estância balnear sonolenta, onde vive sozinha por cima de uma padaria abandonada.
Polly começa então a sublimar as frustrações no seu passatempo favorito: fazer pão. O que antes era uma ocupação de fim de semana torna-se de repente muito mais importante, à medida que ela extravasa as suas emoções no amassar e no bater da massa, e o pão se vai tornando cada vez melhor. Com nozes e sementes, azeitonas e chouriço, com mel da região (cortesia do belo apicultor, Huckle), e com reservas de determinação e criatividade que Polly nunca julgou ter, ela coze e coze e coze... E as pessoas começam a ouvir falar disso.

Opinião: A enfrentar uma separação e uma ruptura profissional, Polly decide que é hora de mudar radicalmente a sua vida e muda-se para uma ilha condicionada pelas marés, com o nome adorável de Monte Polbearne. As descrições desta ilha deixam-nos maravilhados e sonhadores mas nem tudo, de início, é um mar de rosas para a nossa heroína. 
Polly sente-se sozinha nos primeiros tempos naquela terra desconhecida mas algo de muito engraçado acontece: um papagaio-do-mar com a asa partida conquista o coração da protagonista e começam a existir momentos de leitura bastante engraçados pela relação de companheirismo que se vai desenvolvendo entre eles. O papagaio 'Neil' é simplesmente amoroso!
Nesta trama há também a melhor amiga da protagonista, Kerensa, que é completamente o oposto de Polly e acha que esta está a cometer a maior loucura da sua vida! Kerensa tenta dar a perceber á sua melhor amiga que o melhor seria viverem juntas como nos tempos de faculdade mas nada faz demover Polly da sua decisão. E ainda bem, pois até Kerensa acaba por se render aos encantos desta terra tão bonita e familiar.
No seu tempo livre, Polly começou a dedicar-se ao que mais lhe fazia feliz: fazer pão. Os seus vizinhos, pelo cheiro agradável a pão acabado de sair do forno, foram-se aproximando e criando laços consigo, mais especificamente os pescadores da vila, dizendo-lhe que os seus pães eram perfeitos e que deveria ser ela a padeira de Polbearne. Estes pescadores foram enriquecendo o livro com a sua história de vida bastante difícil e perigosa. Achei realmente interessante esta parte,
Por coincidência, ou não, a sua nova casa tinha uma padaria, no rés-do-chão, mas estava degradada pelo tempo e abandono. Polly, passados alguns acontecimentos, acaba por transformar essa padaria no seu novo local de trabalho. Toda as descrições dos pães de Polly, a cada página folheada, nos deixam com água na boca com a tamanha variedade de pães bem como sabores, desde os focaccia, pissaladière, aos pães de queijo e pães de mel.
Claro que existiu também uma trama romântica, com Huckle, um apicultor americano que se refugiu em Monte Polbearne, um pouco como aconteceu com Polly. Na minha opinião, neste romance entre Polly e Huckle a autora prolongou-se muito e achei as atitudes dos apaixonados muito hesitantes e confusas.
No entanto, este livro é super agradável e leve com um final feliz, onde a mensagem principal é que existe sempre uma solução, um caminho feliz para todos nós.


Classificação:

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

[Pegadas & Passatempos] Passatempo Castor de Papel: 'Insónia' de J.R. JOHANSSON

O blogue em parceria com a 4 Estações Editora, O Castor de Papel, tem para oferecer um exemplar do livro 'Insónia'.

Para participar basta:
* Colocar gosto na página do Facebook do Pegadas Literárias (Obrigatório)
* Autorizar a cedência do seu e-mail para as newsletters da Editora (Facultativo)
* Partilhar o passatempo em modo público (Obrigatório)
* Ser residente em Portugal Continental

* Só se pode participar UMA vez

Para responder ao questionário, podes encontrar as tuas respostas no site da Editora aqui
Este passatempo termina no dia 20 de Fevereiro.
O vencedor será seleccionado via random. Muito boa sorte a todos!


segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

[Pegadas & Passatempos] Resultado Passatempo 'Porque Escolhi Viver'

Em primeiro lugar, Muito Obrigada a todos os 113 participantes no passatempo!
Quem irá receber em casa este fantástico livro 'Porque escolhi viver' é:

78. Maria Helena Magalhães Perpétua, Setúbal


Parabéns Maria! Vai receber este maravilhoso prémio.
Já enviei email, peço só que me confirme os seus dados para envio.

Os restantes que não ganharam não desistam, pois o Pegadas Literárias em breve terá mais surpresas!